Home > Colunistas > Pois, muito bem… Gato escaldado tem medo de água fria. *Por Sergio Cunha

Pois, muito bem… Gato escaldado tem medo de água fria. *Por Sergio Cunha

Os “Medos” sociais estão cada vez mais em evidência no cotidiano da humanidade como: O medo da morte, o medo de envelhecer, o medo da miséria e etc. No reino animal está configurado o adágio popular de que “Gato escaldado tem medo de água fria” . Ora, o Governo Temer aliado ao Congresso “Sorrateiro” e com políticos venais, parece separar um balde com gelo e direciona aos compatriotas, ignorando a representação democrática que o atual regime configura.

“O presidente Michel Temer disse que o governo está adotando atitudes “sérias” e “responsáveis” para preparar o país para o amanhã”. Mas a síndrome do “Medo” volta, com força, a inquietar os brasileiros com o medo de não se aposentar, o medo de não ter os benefícios da saúde, o medo de não conseguir educar seus filhos e etc.

Como insinuei, a última pesquisa de opinião pública mostra que o povo está séptico e sente o mau cheiro da tendência de “Centro direita” autenticada por Temer, Aécio Neves, Renan Calheiros, Rodrigo Maia e tudo que vem do planalto mostrando indiferença na mobilidade do governo.

Os brasileiros estão escaldados porque o partido que governa o país, no momento, tem povoado a periferia do poder a décadas e pouco realizou em prol da sociedade. O PMDB, agora, é o núcleo do poder e enfrenta as tormentas da desconfiança e da ilegitimidade.

O Povo Brasileiro não é hostil, mas é vigilante e com sua principal ferramenta (Ministério Publico) tem guarnecido, na medida do possível, seus direitos constitucionais. Mas o fato é, que o governo avança e não dar sinais de acertos, ocasionando uma agitação nas ruas e um clima nada confortável.

A verdade, é que os próximos lances serão definitivos para o rumo da nação e podem ocasionar um chute nesse “Balde” que não para de encher…

Sérgio Cunha
Comentarista Político
Simples & Objetivo

Sérgio Cunha
Radialista, escritor, membro da APCDEC (Associação da Crônica Esportiva do Estado do Ceará) e publicitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *