Home > Notícias > Médicos pela Democracia: Dra. Mayra, a emenda saiu pior que o soneto!

Médicos pela Democracia: Dra. Mayra, a emenda saiu pior que o soneto!

A categoria médica e a sociedade cearense foram surpreendidas quando da passagem do último dia do médico, 18 de outubro, com um vídeo da presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, no qual a referida colega posava com uma figura das mais reacionárias e repugnantes que a política brasileira já formou: o deputado Jair Bolsonaro.

O vídeo, como não poderia deixar de ser, bombou na internet e viralizou em várias redes sociais. O nosso movimento, Médicos pela Democracia, divulgou nota de protesto contra este ato apequenado, perpetrado por quem deveria representar toda uma valorosa categoria de médicos e médicas cearenses, sem misturar preferências pessoais
e político-partidárias com os altos interesses da saúde e da nossa categoria .

Em nota divulgada nas mídias sociais, externamos perplexidade e indignação com a postura da Dra. Mayra Pinheiro de homenagear a categoria médica utilizando uma figura, como divulgamos, “que tem explicitado publicamente posições misóginas, racistas, protofascistas, homofóbicas, defendendo torturadores e a cultura do estupro”.

A imprensa cearense repercutiu nossa indignação e publicou matérias acerca do lamentavel vídeo com a participação de quem deveria honrar a distinção de representar os médicos cearenses, no seu histórico e combativo sindicato. O Blog do conceituado Jornalista do Jornal O Povo, Eliomar de Lima, em sua publicação, caracterizou o fato como apoio da presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará já visando a candidatura de Bolsonaro ao Planalto.

O mais preocupante é que, mesmo após a repercussão extremamente negativa do vídeo, a Dra. Mayra, ao invés de pedir desculpas à categoria médica e ter a hombridade de reconhecer que cometera um erro, resolveu divulgar uma medida judicial contra o Jornal que divulgou a matéria, bem como passou a denegrir a imagem dos colegas do Movimento Médicos pela Democracia.

A afirmativa, pouco convincente da presidente do Sindicato de que não apoia o truculento e ignóbil deputado, a ação movida contra a empresa jornalística e os achaques a quem não concordou com seu ato político só nos faz ter a certeza de que a nossa representação sindical precisa ser reavaliada, para evitar que o histórico de luta democrática de nosso valoroso Sindicato dos Médicos seja manchado.

Além de um mandato pobre em realizações e lutas sindicais, em poucos ganhos para a categoria e em restritas ações em defesa da saúde, as suas atitudes só demonstram a necessidade de um engajamento maior da nossa categoria na fiscalização e acompanhamento da gestão do sindicato, agora e no futuro.

Para concluir, constatamos que a emenda saiu pior que o soneto, e que a presidente perdeu uma boa oportunidade de saudar, no seu último ano de gestão, a nossa valorosa categoria ao lado de abnegados defensores da saúde pública, dotados de prática democrática e humanística.

Fortaleza, 28 de outubro de 2017
Movimento Médicos pela Democracia

Vídeo no www.facebook.com/atitudemedica

pab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *