Home > Colunistas > Régis Barros:Uma imagem bela e feliz

Régis Barros:Uma imagem bela e feliz

Eu e o querido Padre Josiano Candido Santos junto dos outros padres e seminaristas do Instituto Dom Orione (Brasília/DF).

Nesse local, mais de 60 moradores são cuidados e protegidos com amor e carinho. A grande maioria deles tem uma doença psiquiátrica e não tiveram o devido amparo e apoio da família. Por vezes, foram abandonados ou tiveram uma vida de muita vulnerabilidade, inclusive com vivência de rua.

Há alguns anos eu faço, gratuitamente, o atendimento de todos os moradores e, sempre que solicitado pela instituição, procuro ajudar noutras demandas periciais e previdenciárias. Todos, sem exceção, são atendidos no meu consultório. Defendo e entendo que é necessário reduzir estigmas evidenciando, sobretudo para a sociedade, que as diferenças são criadas, geralmente, por nós mesmos. Portanto, eles sentam na minha sala de espera e recebem a mesma atenção de qualquer outro paciente.

Hoje, eu, minha esposa (Heveline) e os meus filhos (Léo e Ben) estivemos no Instituto Dom Orione e ofertamos um café da manhã para os moradores e a equipe (padres, seminaristas e funcionários). Fazemos e continuaremos fazendo isso. Escolhemos algumas datas simbólicas (Páscoa, Natal e etc).

Foi um momento lindo com muito carinho e regido pela sinceridade da caridade deles que cuidam dos moradores com zelo e afinco. Não postarei as fotos com os moradores, por questões éticas, mas posso afirmar que tudo foi bonito.

Aqui no Brasil, tantas coisas, que nem precisavam, ganham espaço na mídia e outras, como esse trabalho do Instituto Dom Orione, nem são percebidas. Desse modo, é uma obrigação minha escrever sobre eles e divulgar. É necessário falar a todos sobre eles. É importante sentir a caridade tão presente na rotina dessa instituição. Como bem refletido pelo próprio Dom Orione, “só a caridade salvará o mundo”.

Régis Eric Maia Barros é médico psiquiatra, mestre e doutor em saúde mental

Régis Eric Maia Barros
Médico psiquiatra, Mestre e doutor em saúde mental pela FMRP-USP e membro do Movimento Médicos pela Democracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *