Home > Colunistas > Luiz Cláudio: Alexandre Pereira e o Reencantamento do Turismo de Fortaleza

Luiz Cláudio: Alexandre Pereira e o Reencantamento do Turismo de Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza iniciou um processo de recuperação da auto-estima do cidadão-contribuinte por sua cidade. Este processo esta acontecendo através da ocupação dos principais pontos turísticos da capital cearense pela Secretaria de Turismo, tarefa executada pelo secretário municipal de Turismo, o empresário Alexandre Pereira, com ajuda do Governo do Estado do Ceará e dos principais setores empresariais da economia cearense: Parceria Público Privada.

Os principais municípios brasileiros diminuíram a verba orçamentária da área de turismo. A maior cidade brasileira (São Paulo) quase que literalmente abandonou o setor de eventos e entretenimento a própria sorte. A cidade do Rio de Janeiro fez enorme corte no orçamento da secretaria municipal turismo, com isso o setor hoteleiro e de serviços não contrataram os funcionários temporários necessários nas festas de final de ano e de verão. O município de Fortaleza vai na contramão das capitais citadas, apresentando um quadro mais positivo, da ocupação hoteleira e contratação de mão-de-obra nos bares e restaurantes, o que não acontece em cidades similares na área de turismo na região do Nordeste: Salvador (BA) e Recife (PE).

A Secretaria Municipal de Turismo teve repasse de verba pública do poder executivo bem menor do que nos últimos anos. O secretário municipal de turismo, o empresário Alexandre Pereira, com trânsito intenso ou livre no Governo Federal e no Governo do Estado do Ceará, já foi o incentivador pelo realinhamento das políticas públicas das três estâncias governamentais. Alexandre Pereira compreendeu a necessidade da ocupação pública, em parceria, com os empresários dos principais pontos turísticos da orla marítima de Fortaleza. O Mercado do Peixe e a região próximo a Porte do Inglês (Metálica) não foram locais escolhidos aleatoriamente, pois tivemos vários eventos culturais feitos pela Prefeitura de Fortaleza durante o ano de 2017, com isso aumento do fluxo de visitantes locais e turistas, assim como a contratação de mão-de-obra no setor turístico privado.

A festa de final de ano na cidade de Fortaleza, com certeza contribuiu para a ocupação hoteleira de 95% dos quartos . O universo de 650 mil turistas na capital cearense, com quase o dobro disso, em toda Região Metropolitana de Fortaleza. O reencantamento do turismo fortalezense é motivo de comemoração, pois aumentará a arrecadação local dos cofres públicos da PMFORT e do Governo do Estado do Ceará, como também aumenta os ganhos financeiros dos setores de eventos e entretenimentos e do setor hoteleiro. Os shoppings, táxis e os transportes privados de passageiros deverão ter rendimentos econômicos recordes em relação aos últimos dois anos.

Feliz Ano Novo aos leitores do Blog.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa sociólogo e consultor político

Fortaleza, 28 de Dezembro de 2017

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa
Sociólogo, escritor, consultor e analista político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *