Home > Blog > Mulher é luz que nunca deve deixar de brilhar. Por Arruda Bastos

Mulher é luz que nunca deve deixar de brilhar. Por Arruda Bastos

Mulheres são iluminadas e devem ser amadas, respeitadas e valorizadas. Não devemos admitir qualquer tipo de discriminação ou violência, por menor que seja. Desfeitas e agressões nem com pétala de rosa, pois tanto com as mulheres quanto com as rosas não se permite tal disparate.

Infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade eminentemente machista. Como consequência, a mulher é, muitas vezes, discriminada no trabalho, nas relações domésticas e na política. O fato é lamentável e deve ser combatido com muita energia.

Pertenço a uma família majoritariamente feminina: são seis irmãs, das quais cinco mais velhas; a gestação em que fui gerado foi gemelar e convivi nove meses com uma linda “vizinha de útero”; tenho quatro filhos, três são belas e inteligentes mulheres, e uma netinha cheia de personalidade que encanta a todos. Portanto, conheço bem o universo feminino, sei do seu valor, força e da luz que representam.

Sei que muitos, de forma hipócrita e com desfaçatez, homenagearam suas divas e, logo depois, com o cair da rotina, voltaram a discriminá-las. Devemos aproveitar esse momento para debater as causas de tão infame atitude. O dia da mulher deve ser todos os dias.

A discriminação das mulheres não fica só no campo da violência, o que já é muito grave. Ela vai além, abrange outras áreas importantes como salários, representação política, cargos de direção de empresas e governos. Devemos atuar em todas as fronteiras dessa desigualdade.

Se meu leitor não é como eu, um defensor da igualdade entre os sexos, aproveite o momento para fazer uma reflexão, um exame de consciência e mudar de atitude. Todos lucraremos com isso e, principalmente, a nossa sociedade, que necessita tanto de justiça, da força e da inteligência das mulheres.

Concluo dizendo que a mulher tem força, vai à luta, é guerreira, é ternura e brandura, é misteriosa com sua força e magia. Toda mulher é aquela que, com sua candura, sabe suportar a dor do amor e do desamor, sabe enfeitiçar e encantar, com sua alma e beleza.

Mulher que dá a luz, que conduz a luz e que é luz nunca deve deixar de brilhar. Parabéns e um beijo pelo seu dia!

Arruda Bastos é médico, professor universitário, ex-secretário da saúde do Ceará, escritor, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores, radialista e um intransigente defensor das mulheres e da igualdade de gênero.

pab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *