Home > Blog > Arruda Bastos: A fada de dente, o Beto Carrero e meu netinho Levi

Arruda Bastos: A fada de dente, o Beto Carrero e meu netinho Levi

Quando minha neta primogênita perdeu seu primeiro dentinho, escrevi a crônica Fada do Dente e minha netinha Letícia” abordando esse tema lúdico das crianças e minhas lembranças de infância quandona casa dos meus avós em Baturité, jogávamos osdentes de leite em cima do telhado dizendo: Mourão, Mourão, pega meu dente podre e me da um são.

Nesse sábado, já no início da noite, eu e Marcilia recebemos uma ligação da nossa filha Lia, que estava em Santa Catarina, onde, com Gerardo, Letícia e Levi, foram passar o fim de semana no Beto Carrero World. De pronto, pensávamos que se tratava de algum problema, pois os contatos no mundo atual são sempre feitos por Whatsapp.

Graças a Deus, não era nada grave, e sim uma surpresa, pois logo no início da ligação meu netinho Levi, de quatro aninhos, de forma bem apressada e com ares de alegria, comunicou pelo facetime do iPhone que tinha perdido seu primeiro dentinho. Era uma alegria incontida ao relatar a saga do dente desde quando mole até a retirada pela sua mãe sem esquecer a dramaticidade da dor que sentiu.

Depois da comunicação formal e de exibir seu troféu, a dúvida agora, quando já se equiparou a sua irmãzinha como detentor de uma porteirinha na boca, é o que vai fazer com o dentinho. Ele tem muitas opções durante os próximos dias: pode jogar o dente no Castelo das Nações, na Big Tower, no Carrossel venesiano, na montanha russa Dum Dum, no Chapéu Gigante, mais uma grife com produtos Beto Carrero, ou em alguma outra atração do parque.

Beto Carrero World é um parque temático localizado no litoral norte do estado de Santa Catarina, Brasil. Inaugurado no dia 28 de dezembro de 1991, pelo seu idealizador João Batista Sérgio Murad, artisticamente conhecido como Beto Carrero, o parque foi desenvolvido em uma área de 14 milhões de metros quadrados e é o maior da America Latina.

Meus leitores podem até achar que estou fazendo na minha crônica um merchandise do parque, o que não seria nada de mais, pois ainda não conheço as suas atrações e tenho ainda outros netinhos e filhos que também não. Que tal a CVC, ao tomar conhecimento da minha crônica, patrocinar ou fornecer um desconto generoso para toda a família?

Mas e a Fada do Dente da Letícia, como fica? Aqui,vou ter que explicar, como na crônica da Letícia, que a lenda diz que quando uma criança perde um dente de leite, deve deixá-lo embaixo do travesseiro para que, durante a noite, uma fada o leve e, em troca, deixe uma moeda ou um presente.

Entretanto, pela impetuosidade do Levi, acho que ele não vai esperar chegar em casa e deve optar mesmo em aproveitar o passeio para deixar seu dente de lembrança em alguma atração. Vou aguardar ansioso a volta do meu netinho para saber de fato o que aconteceu, pois ele puxou ao seu avô e é um exímio contador de história.

Arruda Bastos é médico, professor universitário, ex-secretário da Saúde do Ceará, membro da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores, um exímio atirador de dentes nos telhados e um avô dedicado e amigo dos seus netinhos.

Arruda Bastos
Médico, professor universitário dos cursos de Medicina e Enfermagem, especialista em Gestão em Saúde e Saúde Pública, escritor, radialista, ex-Secretário da Saúde do Estado do Ceará e coordenador do Movimento Médicos pela Democracia.
http://www.portalarrudabastos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *