Home > Notícias > Identificação de doadores em rede social estimula doações de sangue no Ceará

Identificação de doadores em rede social estimula doações de sangue no Ceará

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da rede pública do Governo do Ceará, vem ampliando a utilização dos recursos tecnológicos das redes sociais para mobilizar doadores de sangue. Atualmente, são mais de 56 mil seguidores no Facebook e 81 mil no Instagram. Os números fazem com que o Hemoce ocupe a posição de primeiro lugar no Brasil no Instagram e o terceiro no Facebook, quando comparado aos outros hemocentros do país.

Uma das novidades que tem atraído voluntários para doarem sangue é a ferramenta “Centro de Doações de Sangue”, desenvolvida pelo Facebook. Foi uma notificação na rede social informando sobre o cadastro de doadores que incentivou a vendedora Ozamira da Costa a doar sangue no Hemoce.

“Eu sempre tive vontade de doar, mas nunca tinha parado para fazer isso. Até que um dia, mexendo no Facebook, apareceu uma mensagem que me perguntava se eu queria me cadastrar como doadora de sangue. Na mesma hora eu cliquei que sim, a partir de então me senti no dever de ir ao Hemoce para doar”, fala.

Centro de Doações de Sangue

A ferramenta Centro de Doações de Sangue começou a ser utilizada em maio do ano passado e há sete milhões de pessoas cadastradas como doadores de sangue em todo o Brasil. A rede social trabalhou em conjunto com diversos hemocentros do país, inclusive o Hemoce, e com o Ministério da Saúde.

Com o recurso, pessoas acima de 18 anos podem se registrar como doadores de sangue. O registro permite que os doadores cadastrados sejam notificados e recebam informações sobre onde doar, quando houver a necessidade de bancos de sangue próximos.

O posto de coleta é indicado conforme a localização do usuário, facilitando o deslocamento para o destino mais próximo do doador. Ozamira recebeu o lembrete mostrando que estava próximo a um posto de coleta do Hemoce. A notificação foi um estímulo para a voluntária ir até ao local de doação.

“Eu vi que ficava pertinho de mim, estava com tempo disponível e decidi ir doar naquele momento. Foi quando doei pela primeira vez. Hoje, eu voltei novamente ao Hemoce para doar e espero fazer disto um compromisso, estando aqui regularmente. Acredito que do mesmo jeito que me motivou, pode motivar outras pessoas”, ressalta.

Alerta digital

A tecnologia vem auxiliando o Hemoce também para acionar os doadores com tipos sanguíneos que estão em baixa no estoque. “O tipo sanguíneo O negativo é um dos mais utilizados, pois é o doador universal. Por isso a gente sempre precisa ter uma quantidade estocada acima da média para ter uma margem de segurança. Por muitas vezes, quando há uma redução de doadores deste tipo, nós recorremos à ajuda do Facebook para relembrar os doadores da importância de doar”, explica Nágela Lima, coordenadora da captação de doadores do Hemoce.

Outro recurso da ferramenta que ajuda na captação de doadores é a possibilidade dos hemocentros participantes criarem eventos de doação no Facebook. A plataforma notifica aqueles doadores já cadastrados sobre a data, local e horário em que será realizada a coleta, permitindo atingir o público de voluntários interessados.

Como realizar o cadastro

Para quem não se cadastrou ainda, o procedimento é simples. As pessoas podem se registrar como doador diretamente no seu perfil ou acessando o link: facebook.com/donateblood. Essas informações permanecerão privadas por padrão. Mas quem quiser, poderá compartilhar seu status de doador. Além das notificações, as pessoas poderão acessar as informações sobre os locais de doação na aba Doações de Sangue.

Diariamente, as redes sociais do Hemoce são alimentadas com informações e dicas sobre os serviços das unidades. O hemocentro reforça a importância de um canal direto com a população para informações e esclarecimentos.

pab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *