Home > Destaque > Novembro Azul: O que é a próstata e para que ela serve?

Novembro Azul: O que é a próstata e para que ela serve?

Aproveitamos o Novembro Azul para apresentar essa glândula, em geral lembrada só quando sofre com o câncer ou cresce além da conta

m levantamento recente revelou que 20% dos homens britânicos nem sabiam que tinham uma próstata. Essa glândula, tema central da campanha Novembro Azul, geralmente é associada a problemas como câncer e hiperplasia prostática. Mas ela tem uma função importante.

 Veja agora o que é a próstata, para que ela serve e quais os exames que avaliam sua saúde:

1) Ficha corrida

A próstata está localizada estrategicamente logo abaixo da bexiga — a uretra, o canal que leva a urina para fora do corpo, passa por seu interior. Ela cresce naturalmente ao longo da vida. No adulto jovem, tem o formato de um pêssego, o tamanho de uma noz e o peso de uma ameixa (cerca de 20 gramas).

2) Tudo azeitado

A glândula fabrica o líquido prostático. Essa substância é misturada com o líquido seminal, que vem das vesículas seminais. Juntos, eles formam 90% do sêmen e são responsáveis por nutrir, proteger e facilitar a locomoção dos espermatozoides. Esses gametas são produzidos nos testículos e chegam à próstata pelo canal deferente.

3 No ápice do prazer

Durante a relação sexual, o pênis ereto é estimulado e, após algum tempo, ocorre a ejaculação. Nesse momento, a próstata se contrai e ejeta a mistura de líquido prostático, líquido seminal e espermatozoides em direção à uretra. O sêmen sai em três ou quatro jatos rápidos.

4) Nada de intrusos

Lembra que a uretra é o tubo por onde passa a urina? Como é que o xixi não sai junto com sêmen? Isso não acontece graças à próstata: na ejaculação, a parte superior dela fica apertada e comprime a saída da bexiga, impedindo que o líquido amarelo escape justamente nesse momento.

Sintomas de problemas na próstata

Se esses incômodos pintarem, é bom procurar um médico para uma avaliação criteriosa:

• Necessidade constante de fazer xixi
• Vontades súbitas e urgentes de ir ao banheiro
• Dificuldade para começar a urinar
• Jato fraco ou gotejamento
• Ao sair do sanitário, sensação de que a bexiga não está 100% vazia

As três doenças mais comuns

Hiperplasia prostática benigna: é o crescimento exagerado da próstata, fenômeno comum em metade dos indivíduos com mais de 50 anos.

Câncer: o desenvolvimento de células malignas nessa glândula atinge 68 mil brasileiros por ano e mata 15 mil deles.

Prostatite: trata-se de uma inflamação marcada por dor e inchaço. Pode ter relação com infecções ou até estresse.

Os exames que avaliam a saúde da próstata

Toque retal: como fica logo atrás do reto, é possível palpar a próstata num simples exame feito no próprio consultório.

PSA: uma coleta de sangue avalia a quantidade dessa molécula no organismo. Se estiver alta, é sinal de alarme.

Ultrassom: geralmente só é realizado quando os dois exames anteriores apresentam irregularidades.

Biópsia: se a suspeita aumenta, é preciso cortar um pedacinho da próstata para uma análise mais aprofundada.

Por André Biernath

pab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *